ler-em-voz-alta-para-filhos

A “hora da história” é comum em muitas famílias.

É o momento em que o pai, a mãe ou ambos dedicam um momento do seu dia para ler histórias infantis para os filhos.

O momento pode variar de acordo com a disponibilidade dos pais ou até mesmo dos filhos.

A maioria das famílias optam por fazê-lo alguns minutos antes da hora de dormir, o que é mais eficiente por vários motivos: a leitura diminui a agitação das crianças e pode fazer com que o sono chegue mais facilmente, o silêncio da noite evita que a atenção seja dispersa e, caso os pais já não saiam do quarto com os filhos em sono profundo, certamente estes pensarão a respeito naquilo que foi lido até que durmam, de modo que a reflexão sobre a história se torna mais profunda.

A leitura de histórias não é feita só em casa.

Em muitas escolas, os professores infantis geralmente buscam maneiras de criar momentos para contar histórias.

Em público, isso contribui com o desenvolvimento da criança como um todo, especialmente no que diz respeito à disciplina, ou seja, saber o momento em que deve se calar e se comportar para ouvir o que o outro tem a dizer, mesmo que a vontade maior seja brincar ruidosamente com os colegas.

Uma vez que o professor consegue fazer com que as crianças parem e ouçam, terá a sua atenção e poderá trabalhá-la da forma como achar melhor: fazendo perguntas, pedindo para que cada um fale se gosta ou não de um personagem e atenuando algumas respostas cujo conteúdo se apresente negativo, como aprovar a atitude de um personagem que é vilão e faz maldades, etc.

Por Que Você Deve Ler Para o Seu Filho?

crianças-sorrindo-bananeira

Você pode até não acreditar que as histórias tenham um efeito satisfatório na vida do seu filho.

Mas já pensou em fazer o teste?

Certamente você poderá avaliar por si mesmo estes benefícios dos quais tanto se fala se colocar esta ideia em prática.

No entanto, de uma coisa você pode ter certeza: estes momentos farão com que você conheça seu filho muito melhor, uma vez que permite que ele interaja com você a respeito da história, que faça perguntas, etc.

Sua atitude diante do que você apresenta a ele é essencial para que você conheça suas tendências, os traços mais marcantes de sua personalidade, etc.

Comunicação

Crianças-erguendo-a-mão-na-aula

O ser humano desenvolve a sua habilidade de se comunicar desde cedo, até os seis anos.

Por isso, para se expressar ela sempre tomará como base como as pessoas que a rodeiam o fazem.

Vícios de linguagem e dificuldade de pronunciar as palavras invariavelmente surgem quando os pais o fazem de forma incorreta ou quando a criança não possui um contato satisfatório com a pronúncia da língua.

Por isso, ao ler em voz alta para o seu filho, você apresenta a ele novas palavras e a mais adequada pronúncia das mesmas, além de indicar o tom certo de dizer as frases, fazendo com que ele aprenda a perceber muito além das palavras em si, identificando a linguagem não-verbal da qual as pessoas tanto utilizam para se comunicar.

Ensinando a Ouvir

pai-conversando-com-filha

Ser um bom ouvinte é mais difícil do que se imagina.

Atualmente as pessoas precisam de terapeutas mais por este motivo do que por qualquer outro: precisam ser ouvidas!

Há uma grande tendência em falar mais do que ouvir e isso pode ser uma falha na própria educação do indivíduo.

Certamente você já presenciou situações em que crianças falam muito, fazem muito barulho e parecem jamais ouvir quando alguém lhes chama a atenção por algum motivo.

Isso não ocorre porque desprezam conscientemente o que os adultos têm a lhes dizer, mas porque ninguém ensinou que era importante que ouvissem.

Por isso, quando uma criança precisa parar de falar, de se mexer e de expressar seus desejos para que outra pessoa se manifeste, ele aprende não só que é importante ouvir, mas também que as pessoas possuem também sentimentos e desejos e que devem ser respeitadas.

Por isso a leitura em voz alta também tem a função de fazer com que o seu filho se desenvolva no que diz respeito à convivência com o próximo.

Imaginação e Leitura

adolescente-estudando-1

Cerca de 80% dos adultos que frequentam bibliotecas já o faziam quando eram crianças.

O prazer pela leitura pode ser estimulado por pais e professores.

Ao ler para o seu filho ou quando algum professor o faz, permite a ele se apaixonar pelos livros e buscá-los por iniciativa própria quando cresce.

A leitura é extremamente benéfica para pessoas de todas as idades.

Crianças desenvolvem a capacidade de aprendizagem, linguagem e comunicação; idosos mantém a mente viva através do hábito da leitura; adultos se desligam do stress do dia a dia para mergulhar em uma história qualquer, conseguindo calma e paz.

O benefício trazido pelos livros é quase inquestionável.

No Brasil há poucos adultos apaixonados pela leitura quando usamos como referência países mais desenvolvidos economicamente.

A causa disso está nos hábitos da população em geral, dentro da casa de cada família. Muitas pessoas nunca vão a uma biblioteca simplesmente porque é um ambiente estranho e desconhecido para eles.

Há universitários que passam toda a graduação sem sequer passar pela biblioteca da universidade.

Pessoas que nunca entraram em uma livraria simplesmente porque acreditam ser um ambiente chato e enfadonho.

Que tal desconstruir este tipo de ideia enquanto os seus filhos ainda são crianças?

Certamente você abrirá muitas portas a eles!

Escrever e Falar Melhor

mae-lendo-para-criança

Em muitas escolas existe um famoso teste chamado “ditado”.

Trata-se basicamente de avaliar o modo como as crianças ouvem e escrevem as palavras.

O professor lê a palavra em voz alta e a criança, sem poder consultar, a escreve da maneira que julgar correta.

Embora seja muito utilizado com crianças maiores, que já sabem ler e escrever, o ditado nada mais é do que uma leitura em voz alta.

É um recurso que evidencia a importância de ouvir e reproduzir na fala e na escrita a língua nativa.

E adivinha quais são as crianças que erram menos no ditado?

As crianças que já tem contado com a histórias lidas pelos pais ou se interessam por livros!