mae-conversando-com-filho

Não adianta evitar.

O momento sempre chegará.

À medida que a idade dos porquês se aproxima, mais cedo ou mais tarde o assunto “sexo” terá que ser debatido e explicado aos seus filhos.

Ainda que as dúvidas comecem em perguntas como “de onde realmente vem os bebês?”, quando a velha história da cegonha já não convence mais ninguém, é impossível deixar de falar sobre sexo com as crianças.

Falar sobre sexo ainda é tabu para muitos adultos.

Embora todo ser humano tenha o seu momento de descobrir o próprio corpo e pensar a sexualidade da forma que quiser, admitir isso para si e para outras pessoas pode gerar muitos receios.

Por isso, precisamos ter em mente, em primeiro lugar, que sexo é algo natural, experimentado por quase todo ser humano, de um jeito ou de outro.

Isso não significa que você precisa expor as suas preferências e experiências, mas que não há o menor problema em tratar do assunto com pessoas em quem confia, de forma leve e respeitosa, não há!

Há muitas crenças e culturas que dão ao sexo um caráter negativo e pejorativo.

Qualquer adulto que queira tratar este assunto de forma saudável com o seu filho precisa tentar desconstruir este caráter, mostrando sempre como existe em diversas espécies de animais e como é inevitável que exista também entre nós humanos.

A partir daí, será preciso muita disposição para tirar os milhões de dúvidas que certamente vão surgir!

Qual É A Maneira Certa De Falar Sobre Sexo Com As Crianças?

mae-assustada

Em primeiro lugar, certifique-se de que você está preparado – busque calcular aproximadamente quando o seu filho poderá começar a ter dúvidas a este respeito e já pense nas respostas que pode dar a ele.

Se você já contou a história da cegonha quando ele era menor, pode começar por aí mesmo.

Diga que ele era muito pequeno para entender como os bebês nascem e que você precisa esclarecer melhor como os bebês vêm ao mundo.

Você pode também utilizar o exemplo de parentes ou conhecidos da família que aguardam pela chegada de um bebê para explicar como tudo aconteceu.

Evite Usar Palavrões E Termos Chulos

Para que o seu filho entenda o sexo de uma forma respeitosa e saudável, é de extrema importância que você trate do assunto com seriedade.

Evite usar palavrões para explicar a ele a respeito das relações e órgãos sexuais.

Ensine qual é o nome biologicamente correto e certifique-se de que ele o usará quando tratar do assunto novamente.

Seja Sempre Sincero

pai-conversando-com-filha

Não minta, não fuja e não tente contornar as perguntas dele.

Se achar que ele o está testando, lidere a conversa de modo a não fugir do objetivo principal, que é explicar a ele como as relações sexuais acontecem e quais são as consequências disso.

Faça também perguntas para saber até onde o conhecimento dele vai.

Não é raro que muitas crianças descubram por si mesmas questões referentes ao sexo e depois procurem os pais para confirmar aquilo que aprenderam.

Comece Pelo Básico

mae-conversando-com-filha

A sua obrigação consiste em explicar como o sexo acontece, a razão pela qual acontece e como afeta a vida das pessoas.

Mesmo que você queira entrar em detalhes e dar maiores explicações sobre outros assuntos relacionados ao sexo, pode deixar para fazê-lo em uma segunda conversa.

A partir do momento que você falar sobre sexo pela primeira vez com o seu filho, ele terá algumas perguntas e dúvidas a serem sanadas e há grandes chances de que te procure novamente para que você o faça.

É provável que fique mais atento à qualquer referência sobre o assunto que surja após a conversa de vocês e que reflita melhor sobre o assunto.

Tente se mostrar sempre aberto para falar sobre isso com ele.

As crianças sempre buscarão sanar as suas dúvidas, seja dentro ou fora de casa!

É interessante que você acompanhe a descoberta deste assunto e entenda a maneira como o seu filho o absorve e como lida com ele.

Afinal, o sexo é uma parte extremamente importante da vida de qualquer pessoa, responsável pelo seu bem estar e pela constituição de sua família.