Se o seu filho já está em uma escola há algum tempo, você provavelmente conhece a equipe de profissionais que trabalha com ele.

Caso não conheça, vale a pena repensar e ter curiosidade sobre quem e como são essas pessoas, pois é um dos mais importantes fatores a ser levados em consideração.

Quando você vai colocar o seu filho em alguma escola e resolve fazer uma visita à mesma, será recebido por profissionais que trabalharão com seu filho durante a maior parte do dia dele, e, portanto, terão influência direta sobre o seu comportamento.

Toda escola possui princípios e bases sobre as quais atua.

Professores do Centro Integrado Educar sendo homenageados

Professores do Centro Integrado Educar sendo homenageados

O seu filho será inserido em um universo que pode não ser o que você deseja, ou pode não ir de encontro ao que você costuma pregar dentro de sua casa.

Esses princípios serão colocados em prática exatamente pela equipe da escola: diretores, coordenadores, orientadores, todas essas pessoas marcarão a vida do seu filho de forma definitiva – obviamente, muito menos do que os professores – e terão com ele algum tipo de relação.

  • Qual será essa relação?
  • Qual será a maneira como estes profissionais acreditam que os alunos devem ser tratados?
  • Coincide com o modo que você quer que o seu filho seja tratado?

Questões como essas podem ser fonte de inúmeras divergências e problemas com profissionais podem tomar dimensões maiores do que se imagina, visto que você só se dará conta deles algum tempo depois de seu filho já estar na escola, habituado com novos amigos e uma nova rotina.

Como evitar problemas?

Problemas entre a equipe da escola e o seu filho devem ser evitados. Mas o que você pode fazer para garantir que as chances de conflitos sejam minimizadas?

Uma visita rápida pode dar uma noção de como a escola trabalha, no entanto, há motivos para acreditar que você pode ir um pouco além disso.

Uma excelente alternativa é levar o seu filho com você para conhecer a escola.

Se ele não quiser, faça o possível para convencê-lo de forma amistosa que será divertido e benéfico tanto para você quanto para ele.

Coloque-o em contato com os profissionais, observe o modo como ele será abordado e tratado perto de você e não será difícil de notar possíveis problemas que possam surgir e que tem origem ali mesmo, no primeiro contato!

Converse com a equipe, explique como é a personalidade do seu filho quais são as possíveis divergências que podem ocorrer. Questione se ele terá o que você espera que a escola proporcione, no tocante ao tratamento e as relações entre ele e os professores, por exemplo.

Muito mais importante do que a relação aluno/equipe de funcionários fora da sala de aula é a relação entre aluno e professor.

Os cursos de licenciaturas são recheados de disciplinas de psicologia da educação e didática, que ensinam aos professores qual a melhor maneira de lidar com vários tipos de alunos que podem surgir na sala, assim como a melhor maneira de fazer com que o conteúdo a ser estudado seja absorvido.

Procure conhecer os professores e a equipe administrativa

corpo-docente

Assim, os professores lançam mão de inúmeras estratégias para lidar com a sala de aula. Além disso, muitas escolas possuem um grande time de professores, de modo que os alunos têm influências diferentes.

De um modo geral, há uma aproximação entre o aluno e o professor que ministra a matéria com a qual ele tem facilidade para aprender, o que gera uma maior afinidade.

Certamente este será o profissional que mais influenciará o seu filho, e no qual ele identificará elementos que gostaria de ter si mesmo no futuro. O que você sabe sobre este profissional?

De acordo com a psicologia da educação, os professores estão em uma postura de fazer sugestões aos seus alunos, que estão na escola para aprender e absorver o que ele tem a ensinar.

Assim, há uma abertura por parte dos estudantes para ouvir e acatar o que diz o professor.

Isso funciona ainda com mais intensidade quando tratamos de crianças pequenas, pois é muito comum que chamem os professores de “tio” e “tia”. Ainda que seja um hábito bastante comum no Brasil, isso sugere uma aproximação familiar ao subconsciente da criança, que confia automaticamente em seu (sua) professor (a), absorvendo todas as influências e sugestões vindas dele.

Os professores têm a capacidade de tornar-se inesquecíveis. Estão em posição de se perpetuarem na mente das crianças, adolescentes e até mesmo adultos.

Portanto são um elemento-chave da escola e que deve ser conhecido pelos pais dos alunos. A equipe de profissionais é um fator cuja relevância pode definir se você vai ou não colocar o seu filho na escola x.

Portanto, conheça, converse, interaja e leve seu filho para fazer o mesmo, antes de tomar qualquer decisão definitiva, com brecha para problemas futuros.

Para conhecer um pouco mais sobre o Centro Integrado Educar e a nossa Super Campanha de Matrículas para 2016, clique aqui e tire todas as suas dúvidas!